segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Os preços dos imóveis estão caindo


image/svg+xml 101 107 123 136 148 171 206 256 323 394 451 498 536 534 476 93 85 92 94 98 110 127 149 178 205 223 231 234 215 176 0 50 100 150 200 250 300 350 400 450 500 550 600 mar/01 mar/02 mar/03 mar/04 mar/05 mar/06 mar/07 mar/08 mar/09 mar/10 mar/11 mar/12 mar/13 mar/14 mar/15 mar/16 Índice de Valores de Garantia de Imóveis Residenciais Financiados (IVG - R) IVG-R IVG-R Deflacionado

O Índice de Valores de Garantia de Imóveis Residenciais Financiados (IVG-R) é divulgado pelo Banco Central do Brasil e mostra a tendência dos valores de imóveis residenciais a partir de 2001.

Quando um imóvel é financiado, a instituição financiadora (a Caixa Econômica, por exemplo) faz uma avaliação do seu preço. Esses valores de avaliação são a base do IVG-R, que possui dados  de 11  cidades: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

A linha azul mostra o IVG-R como divulgado pelo Banco Central. Podemos perceber que de 2001 a 2014, o preço nominal dos imóveis aumentou mais de 5 vezes. No entanto, a partir de 2014, iniciou-se uma estagnação, com queda nominal em 2016. Nominalmente, em 2016 os preços dos imóveis voltaram a patamares similares a 2013.

No entanto, a inflação entre 2001 e 2016 foi considerável. Portanto, resolvi fazer uma análise do IVG-R levando em conta os valores reais, corrigidos pela inflação. Essa análise é mostrada na linha laranja. Podemos perceber três períodos:

1) 2001 a 2006: os preços dos imóveis acompanharam a inflação, com queda de preços real em 2003.

2) 2007 a 2014: aumento real do preço dos imóveis, que, em média, dobraram de valor.

3) 2014 a 2016: queda real do preço dos imóveis, voltando, em termos reais, a patamares similares aos de 2010.

O gráfico abaixo mostra que os preços dos imóveis começaram a subir com menor intensidade a partir de 2010.

image/svg+xml 0 - 6% - 9% 9% 2% 4% 12% 15% 18% 20% 15% 9% 4% 1% - 8% - 18% 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 IVG - R Deflacionado - Variação anual

5 comentários:

  1. São os ciclos... mas vai voltar a subir novamente, a demanda reprimida é grande, eu mesmo não tenho imóvel próprio.

    ResponderExcluir
  2. Olá Uó. Além da vontade de comprar, para que os preços subam é necessário que exista poder de compra (ou seja, dinheiro no bolso).
    A tendência atual é de baixa. Quanto ao futuro, não sei!

    ResponderExcluir
  3. Lux,
    Interessante ver que hoje negociamos imóveis a preços de 2010.
    Ainda que a queda dos juros esperada nos próximos meses ajude um pouco, acho que o excesso de oferta por conta do boom dos lançamentos vai continuar a pressionar para baixo os preços.

    Adicionei seu blog à minha lista.
    Agradeço se puder fazer o mesmo.

    Abraço.

    ResponderExcluir